Um guia detalhado para a produtividade e eficiência do armazém

Sharline Shaw

Um dos aspectos menos reconhecidos do fluxo de negócios hoje em dia, mas uma das partes mais cruciais, é a logística, especialmente o armazenamento. Os armazéns armazenam um inventário físico de produtos que as empresas fornecem para venda ou distribuição futura. Os setores que precisam de itens a granel os usam para definir horários, organizar e enviar posteriormente.

Devido à pesada cadeia de suprimentos e à demanda de negócios de hoje, o armazenamento se expandiu significativamente ao longo das décadas. Permitir que os pedidos a granel sejam armazenados com segurança nesses armazéns proporciona uma negociação mais eficiente e um atendimento mais rápido às demandas do mercado.

Produtividade e eficiência do armazém

Três aspectos na gestão de um armazém

Gerenciar um armazém pode ser desafiador, pois você precisa de um plano exigindo habilidade adequada, força de trabalho, tomada de risco, inovação contínua e manter as conexões certas. Para que um armazém funcione corretamente e aumente a produtividade e a eficiência, você precisa gerenciar três facetas significativas: o gerenciamento, o sistema e os serviços.

Normalmente, o número de produtos que os armazéns armazenam depende do tipo de produto e da época do ano. Muitas empresas têm um alto volume de pedidos durante os feriados de pico. Os armazéns garantem estoque adequado e estoque preparado para essas ocorrências para evitar a bagunça e indisponibilidade de produtos no mercado e acompanhar as demandas.

Para melhorar a produtividade e a eficiência do armazém, você deve abordar os problemas presentes ou possíveis nos três pontos críticos do gerenciamento do armazém. Dito isto, aqui está um guia aprofundado sobre os três aspectos que você deve focar no gerenciamento de seu armazém e algumas dicas para melhorar essas áreas que resultariam em produtividade e eficiência do armazém.

  1. Gerenciamento de Armazém

Um dos fatores críticos para o sucesso do gerenciamento de armazéns são seus trabalhadores e sua eficácia. Embora a tecnologia moderna esteja agora em vigor para auxiliar neste ambiente de trabalho, os trabalhadores humanos ainda são os mais eficientes na execução dessas tarefas. Esta necessidade é por isso que gerenciá-los e dotá-los são cruciais para aumentar a produtividade e a eficiência. Aqui estão algumas dicas que você pode aplicar para uma gestão eficaz do armazém:

gerenciamento de armazenagem
  • Tenha um bom relacionamento com fornecedores e distribuidores terceirizados

Sem itens fornecidos pelos fornecedores, o setor empresarial não precisará de um armazém. Um bom sistema de gestão deve manter boas e adequadas ligações com seus fornecedores para que possam suprir consistentemente o armazém com sua demanda. Ao mesmo tempo, certifique-se de que os distribuidores terceirizados sejam confiáveis ​​e práticos para garantir um fluxo suave de itens de acordo com as demandas do mercado.

  • Treinamento cruzado da força de trabalho em vez de especialização

Alguns dos desafios que os administradores de armazém encontram incluem a conclusão de várias tarefas e o alcance de uma cota diária de produtividade. Várias tarefas precisam de uma força de trabalho para serem concluídas todos os dias, e a entrada de trabalho de todos é necessária para atingir uma cota de produtividade. As chances de seus funcionários precisarem de um dia de folga ou licença são necessárias. No entanto, isso pode afetar a produtividade, pois há menos força de trabalho para uma tarefa específica. Este cenário é onde o treinamento cruzado se torna essencial. 

Suponha que os trabalhadores tenham conhecimento sobre diferentes funções. Nesse caso, eles podem assumir em caso de falta de mão de obra, e a transferência pode ser possível. Além disso, o treinamento cruzado aumenta a eficiência, pois você terá trabalhadores mais diversificados. Você não precisa encontrar um substituto imediato se um trabalhador especializado deixar o trabalho, economizando recursos em vez de recontratar. 

  • Desempenho do Trabalhador de Medição

Para aumentar a produtividade, você precisa reconhecer quais funcionários estão concluindo suas tarefas no prazo e fazendo o trabalho com eficiência. Além disso, no pior cenário, pode haver a necessidade de transferir ou remover os de baixo desempenho, o que pode afetar a capacidade e a eficiência do armazém. Esses trabalhadores podem custar perdas de lucro e itens no processo. Use um sistema de avaliação eficaz e justo. Reconheça seus funcionários de melhor desempenho enquanto aborda os problemas que os funcionários de baixo desempenho podem ter. Depois disso, decida-se por um arranjo adequado para beneficiar a administração do armazém e o trabalhador.

  • Ter incentivos para os trabalhadores

Os trabalhadores precisam atender a um certo nível de produtividade adequado para seus trabalhos diários. Este nível é essencial para garantir as tarefas que são atribuídas e a tarefa necessária para concluir no prazo solicitado. No entanto, se o armazém precisar de maior produtividade, oferecer incentivos para os trabalhadores pode ser uma boa ideia.

Incentivos nos locais de trabalho, especialmente aqueles com muitos funcionários, aumentam significativamente a quantidade e a qualidade do trabalho. Incentivar aqueles que conseguem atender e exceder seu trabalho necessário é mais benéfico em feriados ou temporadas de demanda, onde é necessária uma contribuição de trabalho mais considerável.

  • Segurança como a principal prioridade

Devido ao grande local de trabalho, vários itens presentes, máquinas e pessoas em um armazém, acidentes e lesões são comuns, e os armazéns devem considerar medidas para evitá-los e mitigar os riscos. A conformidade com os regulamentos locais da Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA) é uma obrigação e garantir que os sinais estejam em todo o local. Verificação e avaliação de equipamentos de rotina também são necessárias, especialmente para máquinas como empilhadeiras. Mais importante ainda, garantir que os trabalhadores tenham treinamento específico e adequado para suas tarefas e o conhecimento adequado dos possíveis riscos e perigos em um local de trabalho como um armazém.

  • Permitir feedback dos trabalhadores

Como os trabalhadores do armazém são os mais ativos em todos os processos e tarefas, certifique-se de que suas entradas sejam devidamente reconhecidas. A gestão do armazém deve reconhecer as opiniões e comentários e as suas ideias que podem ser úteis para uma gestão habitacional mais eficiente e produtiva. Os trabalhadores são os que estão no terreno com o processo. Eles podem fornecer informações em detalhes que supervisores e gerentes geralmente não veem, desde pequenos ajustes de equipamentos até sistemas de grande escala. Faça uma reunião regular ou uma caixa de coleta para ouvir e ler suas sugestões e recomendações, que a administração pode discutir e implementar se julgar possível e útil.

  • Sistema de Armazém

Um armazém deve ter um plano organizado de onde cada item deve ser categorizado e para onde deve ir, além de outros recursos, como acessibilidade e segurança. Como gerenciar itens a granel e garantir que eles atendam às demandas do mercado pode ser exigente, um armazém deve ter um sistema adequado. Algumas dicas que você pode aplicar para fornecer maior eficiência incluem:

  • Use métodos de rotulagem adequados

Dependendo do fornecimento de itens, um depósito pode conter muitos itens a granel de diferentes faixas. Com isso, reconhecer qual é qual pode ser tremendamente complicado sem a devida rotulagem. Portanto, você deve usar um sistema seqüencial e fácil de ler e encontrar rótulos contendo letras e números consistentes. Essas etiquetas também devem incluir as áreas, corredores, prateleiras, racks, embalagens e estações de expedição. Este sistema pode economizar tempo e recursos, aumentando a eficiência e a produtividade geral.

  • Realize um controle seletivo de estoque ou uma análise ABC

A implementação da análise ABC é essencial para conhecer e mensurar quais itens são os mais importantes para os menos importantes. Como um depósito pode conter muitos itens, transportá-los, organizá-los e movê-los de vez em quando pode ser uma tarefa tediosa sem a devida priorização.

Para a categoria A, os itens devem ser os mais caros e precisam de precisão no controle e manuseio. Estes geralmente têm um número mínimo de produtos. Para a categoria B, esses itens têm valor moderado e exigem precisão média. Eles têm um volume mais significativo do que a primeira categoria. E colocados na categoria C itens que são de baixo custo e precisam de controle e precisão mínimos. Estes são geralmente os maiores em número, principalmente a granel. A análise ABC permite que a força de trabalho e a gestão reconheçam quais priorizar e cuidar.

  • Medir e rastrear as taxas de danos nos itens

Adquirir a deterioração dos itens é inevitável em qualquer operação, mas isso pode custar muito prejuízo ao armazém. A administração deve primeiro abordar e determinar a origem do dano e o escopo de responsabilidade do armazém. Se o dano for conhecido como fora do escopo do armazém, arquive os relatórios necessários sobre essa ocorrência. Se estiver no armazém, também é necessária uma conta, juntamente com os detalhes do dano.

É necessária uma verificação dos tipos de equipamentos, manuseio e desempenho da mão de obra para descobrir onde surge o problema e a causa dos índices de danos. Ao corrigir esses problemas e acompanhar os índices de danos no armazém, a gestão pode mensurar o custo que pode ser deduzido ou multado, mitigando ocorrências futuras.

  • Criar e manter um processo padrão

O tempo é um fator essencial que as instalações de armazenamento precisam considerar, pois os prazos específicos da demanda do mercado devem ser atendidos adequadamente e com a maior precisão possível. Ter um processo padrão que seja eficiente e produtivo e manter esse processo pode efetivamente economizar tempo, custo e recursos humanos para armazenamento. Certifique-se de que todos estejam bem informados sobre esse processo; a tarefa precisa da quantidade de entrada de trabalho essencial e do fluxo suave das operações no armazenamento.

  • Garanta um sistema seguro no armazém

Como o objetivo principal de um armazém é garantir que os itens estejam seguros, organizados e prontos para serem usados, o armazém deve implementar um sistema de segurança adequado em todos os momentos. Depois que as coisas são transferidas do fornecedor ao armazenamento, ficam sob a responsabilidade e segurança do armazém. Qualquer dano ou perda quando os itens são armazenados é cobrado e fica com a gestão do armazém. Essas ocorrências podem causar custos de armazenamento, menor eficiência e produtividade, podendo até levar à perda de um bom relacionamento com o fornecedor.

Uma maneira de fazer isso é empregar um sistema de segurança humano, como guardas estacionados no armazém. A gestão do armazém também pode instalar dispositivos tecnológicos como câmeras, fechaduras e sensores. Além disso, certifique-se de que os itens estejam seguros e protegidos contra possíveis danos que possam encontrar enquanto estiverem no armazém.

      3. Serviços de Armazém

Mais importante ainda, o objetivo de um armazém é manter os itens seguros e armazená-los de forma adequada e eficiente para atender às demandas. Um armazém também precisa garantir que tanto as empresas quanto os clientes estejam satisfeitos com o produto. Para fornecer o serviço eficiente e adequado exigido de um armazém, considere aplicar as seguintes dicas para melhorar os serviços do armazém, o que, por sua vez, aumenta a produtividade e a eficiência:

  • Reconhecer e organizar a cadeia de suprimentos cognitiva

Este processo pode ser uma tarefa tediosa se for feito exclusivamente por trabalhadores. Portanto, a confiança na tecnologia é necessária. A cadeia de suprimentos cognitiva é o processo analítico de reconhecimento do ecossistema de mercado, como ponto de venda, estoque dos itens, trabalho em andamento e remessa de entrada, previsões do tempo, sentimento social e tendências atuais do mercado.

Ao estar ciente da cadeia de suprimentos cognitiva, o armazém pode reconhecer quais itens priorizar e proteger e saber quais estão atualmente em demanda. Esse conhecimento permite que eles definam quais precisam de controle e direcionamento adequados do fornecedor e do distribuidor terceirizado.

  • Otimize o espaço no armazém

A chave para o armazenamento bem-sucedido é utilizar com eficiência o espaço fornecido sem sacrificar a segurança ou considerar a expansão, o que pode ser caro. Use o máximo de espaço possível, tendo em mente as limitações de seus racks e áreas necessárias nos corredores para passar trabalhadores e máquinas e tornar todos os itens acessíveis.

Você pode estender sua estante verticalmente enquanto o peso ainda estiver em um nível seguro. Além disso, encaixar coisas relacionadas limita o espaço que elas consomem e facilita o acesso e a retirada delas. Você também pode adicionar locais de meio palete para colocar itens menores, economizando mais espaço para itens maiores. Lembre-se de que tudo isso ainda deve cumprir adequadamente as diretrizes de segurança.

  • Implementar novos sistemas de corredor

Um armazém pode escolher diferentes sistemas de corredor e, se a melhor abordagem for selecionada, pode aumentar significativamente a taxa de produtividade no processo. O layout em forma de I para armazéns de alto volume é conhecido por ser o mais eficiente. Permite fácil acesso a todos os itens e economiza espaço adequado para um bom fluxo de trabalho. A área de armazenamento fica no centro, com as áreas de carga e descarga nas extremidades do layout. Os armazéns em forma de L também são amplamente utilizados, com áreas de carga e descarga em ambas as extremidades e armazenamento no meio. O design em forma de U é eficiente para qualquer armazém, pois as áreas de carga e descarga são as próximas. Uma abertura no meio fornece acesso para armazenamento na parte traseira. Qualquer que seja o projeto de corredor que o armazém implemente, mapeie-o corretamente primeiro e assegure-se de que os métodos possam funcionar adequadamente para o seu sistema.

Conclusão

Gerenciar um armazém pode ser uma tarefa monumental. Ainda assim, manter o fluxo eficiente e produtivo é essencial para permitir que empresas e negócios forneçam aos clientes os itens e produtos que oferecem.

Para abordar adequadamente os problemas e desenvolver um armazém, a administração deve considerar todos os aspectos do armazenamento. Esses métodos incluem a administração ou pessoas que trabalham diretamente para garantir a eficácia do processo. O sistema também é vital para a prestação de um serviço eficiente e seguro, bem como o serviço ou finalidade do próprio armazém, que é gerenciar e atender as necessidades do mercado trabalhando com itens de empresas. Considerar todos esses fatores pode ajudar a fazer com que um armazém aumente a produtividade e a eficiência.

Quão útil foi esta postagem?

Clique em uma estrela para avaliá-la!

Classificação média 5 / 5. Contagem de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Como você achou este post útil ...

Siga-nos nas redes sociais!

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos como podemos melhorar esta postagem?

afiado

Artigo por:

Sharline Shaw

Ei, eu sou Sharline, a fundadora da Leeline Sourcing. Com 10 anos de experiência na área de fornecimento na China, ajudamos mais de 2000 clientes a importar da China, Alibaba, 1688 para Amazon FBA ou shopify. Se você tiver alguma dúvida sobre o fornecimento, sinta-se à vontade para contato.

Deixe um comentário